terça-feira, 22 de março de 2011

Lúdio Martins Coelho

Lúdio Coelho
No dia 22 de Setembro de 1922, na Fazenda Bela Vista, nascia o filho de Laucídio Coelho e Lúcia Martins Coelho. Naquele dia, mal sabia a cidade de Rio Brilhante, o futuro realmente brilhante que estava reservado para este cidadão.
Pecuarista, e também Presidente do Banco Agrícola de Dourados, Lúdio Coelho resolveu apostar na vida política pela primeira vez no ano de 1965, quando concorreu ao governo do estado de Mato Grosso ( os estados ainda não haviam sido divididos ), enfrentando ninguém mais, ninguém menos que Pedro Pedrossian.
Pedro Pedrossian, que na ocasião usava o slogan "Tostão contra o Milhão", fazendo referência ao poder econômico de Lúdio Coelho, acabou vencendo a disputa.
Segundo o secretário-adjunto de Comunicação de Mato Grosso e amigo de Lúdio, Onofre Ribeiro, na época Lúdio venceu no Norte do Estado, graças ao apoio do ex-governador Garcia Neto, que era deputado federal. Mas acabou perdendo no Sul (hoje Mato Grosso do Sul), que era mais populoso, lembra Onofre.
Pedro Pedrossian venceu Lúdio em 1965
Após a criação do estado de Mato Grosso do Sul, Lúdio Coelho foi prefeito de  Campo Grande por dois mandatos. O primeiro período como prefeito foi de 1983 a 1985 quando ainda era filiado ao PMDB. O segundo período foi de 1989 a 1992, já pelo PTB.
Já então pelo PSDB, Lúdio foi Senador da República pelo estado de Mato Grosso do Sul, de 1995 a 2003, trabalhando justamente pelo pedaço do antigo estado que fez Pedro Pedrossian vencer a disputa de 1965.
Lúdio sempre foi visto como exemplo de honestidade e trabalho durante toda sua trajetória política. Como pecuarista, teve igual sucesso. Porém, sempre carregou a fama de "grileiro de terra", mesmo não sendo condenado na justiça por esse tipo de procedimento, e mesmo não havendo provas que concretizassem essa afirmação.
Infelizmente esse Blog tem que noticiar a morte de Lúdio Coelho, nesse dia 22 de Março de 2011.
E como justa homenagem, o Blog coloca aqui uma homenagem da dupla Milionário e José Rico a um dos momentos mais tristes da vida desse político que foi o sequestro e a morte de seu filho Ludinho.

Lágrimas que choram ( clique e assista )

E todos os sentimentos a família e amigos.

domingo, 6 de março de 2011

Impeachment Já

O Blog Lingua Preta, tem por obrigação cobrar das entidades públicas e da OAB-MS, alguma providência para o que vem acontecendo na cidade de Campo Grande.
As seguidas chuvas não são as grandes culpadas pelos estragos que estão ocorrendo nas casas dos cidadãos campograndenses. O principal culpado tem nome: Nelson Trad Filho.
O que foi gasto para as obras de contenção de enchentes na cidade, nos últimos dois anos foi mais de 80 milhões de reais.
Infelizmente, as obras foram totalmente inúteis, pois são construídas de forma irresponsável.
Um exemplo, é o corrego que passa pela Avenida Ernesto Geisel, onde nas margens foi plantado grama para evitar erosão. Só que debaixo dessa grama existia sacos plásticos cheios de terra, que impediam o crescimento dessa grama. Como a grama morreu, a erosão voltou, sacos de terra foram arrastados pela água e entupiram novamente o sistema de escoamento do local.
Mas, Nelsinho ( péssimo administrador, diga-se de passagem ) jogou a culpa em São Pedro. Alegou que choveu demais...
Córrego transborda na capital
Porém, se o que foi gasto com obras totalmente inúteis fossem gastos com responsabilidade, isso não aconteceria. E as empreiteiras que realizaram as obras tem de ser igualmente cobradas. Mas o que os vereadores fazem?
Correm atrás de shows de Expogrande, de Carnaval, e não fazem nada de concreto para resolver o problema.
O IPTU da capital sofreu um reajuste totalmente criminoso, mas o prefeito alegou que houveram melhoras em todas as casas de Campo Grande. Agora, que tudo foi destruído por inundações, ele vai devolver o dinheiro aos moradores?
Situação de Campo Grande
Já não bastasse o crime que está ocorrendo contra os agentes de saúde que não recebem o que lhes é de direito ( verba que o Governo Federal repassa, mas não chega as mãos dos agentes ), o descumprimento de leis ( lei do silêncio ), o prefeito tenta fazer com que a população esqueça do que está ocorrendo, realizando um Carnaval.
As obras para a realização do desfile das escolas de samba(?) de Campo Grande, foram realizadas com uma habilidade incrível. Para isso o prefeito é bom...
O que o Blog Lingua Preta quer, é que entidades, partidos, ou até mesmo a OAB-MS, peça o impeachment desse péssimo adiminstrador.
É o mínimo que podem fazer, já que a população não aguenta mais tanta incompetência.
- Rápido com isso antes que chova de novo...
Impeachment Já.
Peixes na Ernesto Geisel
Em tempo:
Antes do encerramento desta postagem chegou a notícia de que a nova Rodoviária de Campo Grande também havia alagado, porém a administração do local não permitiu a realização de imagens ou fotos.