domingo, 27 de outubro de 2013

Crônicas de Uma República Pantaneira

O VERDADEIRO JUDAS ISCARIOTES
Dia desses, em minha igreja, o pastor fez uma longa dissertação sobre o apóstolo Judas Iscariotes. Ele foi duro e não poupou críticas a natureza demoníaca do traidor do Messias.
Chegando em casa, ainda  muito impressionado com a pregação, resolvi procurar na melhor fonte de informações do mundo sobre qualquer tema: a Internet ( é claro ).
No meio da madrugada encontrei uma página que tinha o título: "A Verdadeira Biografia do Apóstolo Traidor".
Claro, correi a ela e me deparei com o seguinte texto:
Judas Iscariotes foi um apóstolo que sempre foi citado por último nos quatro Evangelhos ( o último a ser eleito ).
Antes de ser chamado, ele animava um circo romano de um centurião de nome Pittoresccus, onde se vestia como gentio, causando assombro entre os judeus.
Não demorou muito, e Judas mostrou-se alheio as vontades de seu novo mestre. Pois muitas vezes, inutilmente, tentava persuadi-lo a poder usar novamente suas fantasias.
Quando seu mestre passou a incomodar os líderes da época ( ítalos-fariseus ) logo foi procurado para de alguma forma entregar aos acusadores, o seu mestre.
Ele andou cabisbaixo, muitas vezes indo às lágrimas em público.
Certo dia, não aguentou a pressão dos fariseus e resolveu entregar seu mestre. Durante sessão no Sinédrio, votou a favor da cassação.
Recebeu uma chuva de trinta moedas de prata, atiradas por sírio-fenícios que diziam terem sido trazidos por carruagens de ferro desde Belém para defender seu antigo mestre.
Quando cheguei no mais interessante do texto, ou seja, a verdade sobre o que ocorreu com o traidor, a página tinha aquela mensagem desanimadora: postagem em fase de elaboração.
Desliguei o computador, e fui deitar. Acabei adormecendo, imaginando um final trágico, uma mistura de renúncia com suicídio político...

ESTA CRÔNICA É UM TEXTO DO MESMO AUTOR, PUBLICADO NO "JORNAL ISTO É MS" DO DIA 23/09/2013.

domingo, 29 de setembro de 2013

Crônicas de Uma República Pantaneira

A ÁRVORE QUE CAIU
Dia desses estava sentado na Praça Ary Coelho, lendo o Livro de Daniel, enquanto a maravilhosa fonte musical nos agraciava com Jingle Bell Rock ( Bobby Helms ), quando uma enorme árvore tombou, assustando todos os presentes.
Neste momento um senhor de idade muito avançada me olhou e disse: "Lá se vai a candidatura do Nelsinho".
Ponderei e lhe disse que uma árvore caída não significaria uma derrota dele ao governo do estado, e tentei argumentar. Porém o senhor era muito decidido, e me disse novamente: "Esse barco do PMDB afundou, filho. E tem muita gente indo a pique com ele".
Caso do ex-suplente-de-senador e senador por 5 minutos em 2006, Antônio João Hugo Rodrigues, que pensou estar do lado certo, e agora sofre dor de cotovelo.
O senhor, me disse que quando escutou Antônio João dizer que Campo Grande estava cansada de médicos na administração e que a cidade precisava de um empresário, ele se solidarizou, e pensou que enfim aparecia um homem forte para concorrer a prefeitura.
Ledo engano, pois após passar tempos usando seu jornal para mostrar as mazelas da péssima, porém maquiada, administração de Nelsinho, Antônio João, foi à maldita pescaria.
Bastou um fim de semana pescando com Nelsinho e um certo italiano, para não só desistir da candidatura, como passar a ser o maior defensor da candidatura de Edson Giroto ( PMDB ).
Seu jornal de circulação diária passou de mídia séria a mídia marrom-escura, trazendo elogios rasgados ao prefeito Nelsinho e a Giroto, além de acusações ridículas contra Alcídes Bernal.
Reinaldo Azambuja e Vander Loubet eram tratados como azarões e os outros dois candidatos não lembro o nome.
Suél Ferrante nem considerei candidato, porque não entendo o que fala mesmo...
Quando o "paraguaio" Bernal se mostrou um fenômeno de votos, o eixo-do-mal passou a usar lixo na campanha. Vídeos montados na Internet, jornalecos e panfletos jogados nas casas durante a madrugada, e denúncias no jornalzão de Antônio João que se mostravam ridículas, após uma análise mais séria.
O pior acontece, e Bernal acabou humilhando, italiano, Trades, Girotos e "raposões" do Detran.
Após este resumo, o senhor me olhou e disse sério: "dor de cotovelo das grossas", pois Antônio João agora sabe que ele mesmo poderia ter vencido aquele tal Giroto que foi fabricado pelo amigão italiano, mas que ninguém engoliu. Agora fica por aí, atacando Bernal e escondendo benfeitorias que este vem fazendo, como mero exemplo, o recapeamento da avenida das Bandeiras.
Uma pena ver o desespero de um derrotado não pelos votos mas por sua própria covardia e acomodação, que acabou destruindo os próprios sonhos e agora dia a dia destrói sua própria imagem despejando mágoas em páginas amareladas de um jornal que só é vendido por causa dos anúncios e caderno de esportes.
O que sei, disse o senhor ajeitando o boné, é que depois que foi trocado pelo Pedro Chaves na suplência do senador Delcídio, Antônio João passou a atacar o senador e ainda tem esperanças de conseguir eleger Nelsinho ao governo, para se vingar do corumbaense.
Uma pena, pois para um homem que abandonou o PTB, na intenção de fazer oposição ao péssimo Nelsinho na prefeitura de Campo Grande e até ameaçou sair candidato, hoje ser defensor de Nelsinho ao governo, é no mínimo triste, pois vemos que ele não tem condições de se decidir. Não consegue saber que rumo tomar da vida, mesmo sendo dono de um grupo tão grande como o grupo Correio do Estado. Lamentável...
Quando consegui digerir a enxurrada de informações, o senhor já havia partido. No meu devaneio nem perguntei o seu nome.
Apenas me ficou a imagem de um senhor que já não acredita mais nos homens públicos e na mídia tendenciosa.
Em tempo, lembrei que se o saudoso tenente Antônio João conhecesse o atual coronel da imprensa estadual, mudaria de nome, com certeza.


ESTA CRÔNICA É UM TEXTO DO MESMO AUTOR, PUBLICADO NO "JORNAL ISTO É MS" DO DIA 29/09/2013.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Beatriz Dobashi Pede Demissão por Causa de Denúncias

Beatriz sempre esteve ao lado de Puccinelli no município e no estado
Após ser flagrada pela Polícia Federal participando de um esquema que visava enriquecer médicos e diretores de hospitais, matando pessoas, Beatriz Dobashi pede pra sair da secretaria de saúde.
A frase acima é forte e o autor corre risco de ser acionado na justiça?
Sim.
Porém, preciso deixar bem claro, que ao dizer isso, me baseio nas gravações realizadas pela Polícia Federal, quando investigava negócios sujos na saúde do estado. Portanto, se há alguém enganado, esse alguém é a instituição da Polícia Federal.
Beatriz apoiou Giroto para prefeito
Beatriz Dobashi, sempre foi muito boa em negociações, talvez por isso, tenha sido eleita presidente do conass ( Conselho Nacional de Secretários de Saúde ). Se alguém tivesse gravado seus telefonemas nesta época talvez ficássemos sabendo quais argumentos usou para chegar ao cargo...
O esquema para beneficiar clínicas particulares , era muito bem organizado, e envolvia hospitais da capital, que realizavam tratamento de pacientes com câncer.
Estavam no esquema, o Hospital Regional, o Hospital Universitário, o Hospital do Câncer e a Santa Casa de Campo Grande.
As conversas telefônicas entre Dobashi e Ronaldo Perches ( Hospital Regional ) mostra como funcionava o esquema. A TV Morena teve acesso as gravações e você pode ouvir neste link: TV Morena .
Beatriz sempre teve bons contatos com a vice-governadora
O Blog Língua Preta já havia trazido algumas informações na nossa postagem de 6 de Maio , e trazido também as providências tomadas pelo ministro da saúde na postagem de 12 de Maio .
Agora, com mais denúncias feitas ao Ministério Público e a divulgação destas novas conversas, Beatriz Dobashi, aquela que disse que a imprensa e a PF inventavam caos na saúde , pediu demissão do cargo, alegando que isso facilitaria investigações de denúncias envolvendo seu nome.
Que não volte mais ao cargo, como ocorreu com vereador cassado dia desses na capital...
pedido de demissão foi realizado hoje, logo após a TV Morena apresentar suas conversas pra lá de sinistras com o diretor do Hospital Regional.
Ao lado do ex-prefeito Nelsinho, Beatriz dava as cartas
Aliás, estas gravações também causaram o pedido de demissão de Ronaldo Perches da diretoria do Hospital Regional no exato momento em que escrevo esta postagem.
"Médicos" políticos sempre apoiaram Beatriz em todas as suas decisões
Pelo jeito, os manifestantes mascarados daqui de Campo Grande, protestaram contra coisas bem piores do que imaginavam, quando foram as ruas...
Agora, sobrou apenas uma pergunta: seria muito pedir que a justiça colocasse na cadeia estas pessoas?
Com a palavra o Tribunal de Justiça e o Ministério Público.

domingo, 12 de maio de 2013

Alexandre Padilha, A Esperança de um Novo PT

Ministro da saúde Alexandre Padilha
Observando o atual ministro da saúde, Alexandre Padilha ( PT ), ponderei dois fatores: a intenção do partido em lançar sua candidatura ao governo de São Paulo, e tudo o que ele vem fazendo pela saúde no país.
Cheguei a duas conclusões:
A primeira é de que sendo candidato ao governo de São Paulo, fica evidente que o partido buscará uma super-exposição da imagem do ministro da saúde.
A segunda é que se o mesmo for eleito governador por São Paulo, o Brasil perderá talvez o melhor ministro do governo Dilma.
Ministro veio à Campo Grande
Simplesmente, este ministro declarou guerra contra os planos particulares de saúde, solicitou transferência de médicos do senado para o SUS, trouxe medidas contra fraudes no SUS, e realizou outras tantas medidas que levaria um mês para enumerar todas elas aqui.
Mas o mais importante para nosso estado ( Mato Grosso do Sul ), foi a ação contra a corrupção descarada na saúde de Campo Grande. Ele veio até a cidade e realizou vistorias pessoalmente após denúncias do programa Fantástico da Rede Globo de Televisão.

Clique aqui e vaja a matéria do Fantástico.

"Fantástico" revelou falcatruas na saúde do MS
A atuação do ministro, claro, trouxe polêmicas como as com Eduardo Paes ( PMDB ) por causa da avaliação do ministério da saúde em relação ao SUS, onde a cidade do Rio de Janeiro recebeu nota entre as capitais.
Outra polêmica é a permanência de Odorico Monteiro, na Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa.
Pratos cheios para os TSeS ( Tucanos Serristas e Simpatizantes )...

Piada? Ironia? Ou simplesmente descaso?
Pesando tudo na balança, acredito que o ministro Alexandre Padilha é um dos que ainda mostram ao Brasil que o PT ( Partido dos Trabalhadores ) tem sim, gente digna e competente.
O mesmo não posso dizer de certas "tranqueiras" que temos que aguentar no PT, sobretudo em nosso estado.
É claro que estas "tranqueiras" existem em outra siglas, com aplausos ao PMDB do estado, por ser líder absoluto no quesito "ajuntamento de tranqueiras".
"Bipartite"... lenda ou realidade?
A CPI da saúde, porém, terá muito o que explicar, principalmente declarações de governador, ex-prefeito, secretária estadual de saúde, que sempre dão uma versão diferente da outra, quando o questionamento é saúde.
Um exemplo é quando o governador alega que Nelsinho tinha gestão plena da saúde da capital, e Beatriz Dobashi fala que não se metia na saúde da capital, mas Nelsinho alega que foi uma ação em conjunto entre secretarias, que recusou aparelhos para atender pacientes... Um jogo de empurra-empurra que dá nojo.
Queremos por exemplo que o governador e a secretária expliquem se o estado não se intromete na saúde de algumas cidades, porque ( veja foto acima ), havia reuniões com o Ministro onde Nelsinho e Beatriz atuavam juntos na tentativa de trazer recursos, inclusive para hospitais da capital.
Se não havia a tal Comissão Intergestores Bipartite do Mato Grosso do Sul, porque uns dizem que existe, e outros dizem que não?
O governador Andrea Puccinelli inclusive jogou nas costas de Nelsinho a recusa de aparelhos pelo Hospital Universitário. Ele mesmo disse em entrevistas a TV Morena.
CPI da saúde será liderada por ex-prefeito
Agora, está instalada a CPI da saúde, porém já sabemos que esta não dará em nada, porque os membros da CPI  foram escolhidos em um jantar realizado entre o governador, o ex-prefeito Nelsinho e vereadores interessados em esconder algumas coisas.
Você pode ver que realmente não depende de sigla partidária a falta de responsabilidade, falta de caráter, e falta de honestidade. Independente de partido, qualquer um pode ou não ser corrupto...

Confira matéria do Jornal Eletrônico Midiamax sobre jantar de vereadores e cúpula do PMDB-MS


segunda-feira, 6 de maio de 2013

Esquema de Corrupção na Saúde é FANTÁSTICO!

"As vezes o paciente morreu, e a gente não fica sabendo..."
Esta foi uma das imbecilidades que o povo do Mato Grosso do Sul teve de ouvir como desculpa para as irregularidades no Hospital do Câncer, que foram divulgadas em rede nacional pelo FANTÁSTICO da rede Globo de televisão .
Os vereadores da capital, se recusaram a realizar uma CPI da saúde, alegando que como eram aliados do candidato derrotado a prefeitura, não poderiam ajudar o atual prefeito.
Outro motivo, é que uma Comissão de Saúde presidida por Paulo Siufi, iria investigar com rigor o "brimo" Adalberto Siufi.
- Vamos investigar... um dia.
Tratamentos pagos que nunca foram realizados, recusa de compra de medicamentos pela filha de Adalberto Siufi, Betina Siufi, e tratamentos em pacientes falecidos, são algumas das coisinhas que ocorriam no HC.
Detalhe, o advogado que defende a família neste caso, é Renê Siufi... Eita família grande.
- Tinha paciente que morria, como eu ia saber, né?
Ainda existem gravações da Polícia Federal, que mostram o ex-diretor do Hospital Universitário José Carlos Dorsa, instruindo um médico a adulterar um laudo para "cobrir" um erro médico.
O procurador geral da justiça Humberto Brites, participou de uma conversa "informal" com Adalberto Siufi, a mando do governador, no intuito de barrar as investigações.
O procurador confirmou a conversa, mas o governador negou.
No mínimo vai alegar que "é montagem" as gravações da Polícia Federal, como foram montagens as denúncias de santinhos em carro alheio, reunião com servidores exigindo voto...
Procurador Humberto Brites, reuniões e feijoadas com políticos
Desta vez, queremos saber o que vão alegar nossos deputados, para não pedirem o afastamento do governador para investigações.
Queremos saber também, o que dirão os vereadores para não realizarem CPI da saúde.
E desde já, pedimos as autoridades do estado, que mostrem rigor ao apurar estas denúncias. Ou correm o risco de ver confirmadas as palavras do ex-deputado Ary Rigo, quando denunciou que todo mundo por aqui andava colocando dinheiro no bolso.

veja mais:

Site de notícias do MS divulga fatos após reportagem do FANTÁSTICO

domingo, 24 de março de 2013

Vereadores Caloteiros Estão Trocando os Pés pelas Mãos

Campo Grande passa por momentos de trevas
Campo Grande nunca foi tão usada para interesses pessoais como agora. Vereadores, jornalecos e até um jornal de tradição está sendo palanque de uma eleição fora de época.
A administração de Nelsinho Trad ( partido do André ), acabou, porém existem vereadores que ainda acreditam que Edson Giroto pode ser eleito em 2016.
Isso mesmo, 2016!
Talvez por isso, mesmo com 83 dias de mandato, tem vereador que quer de todas as formas tumultuar a atual administração.
 Existe um grupo de oposição, que não faz um trabalho de fiscalização decente, mas sim realiza jogadas sujas, mesquinharias e palhaçadas, chegando mesmo até a avançar como pitbull em vereador adversário em sessões da câmara.
Paulo Siufi realiza cruzada para inocentar parentela
O vereador Paulo Siufi ( partido do André ), por exemplo pediu de joelhos aos outros vereadores que não criassem uma CPI da saúde com medo de que sua parentela fosse incriminada.
Sobre o caso do aluguel da câmara, este senhor até teve a audácia de alegar que se os vereadores fossem despejados, seria o povo a ficar sem teto . Será que na cabeça dele, fomos nós que demos o calote?
Paulo Pedra ( PDT ), chegou a dizer que os vereadores cruzariam os braços se o prefeito não resolvesse um problema que foi criado por eles mesmos.
Os vereadores que mentiram que a velha rodoviária viraria hospital, universidade, central de atendimento, museu, colégio, etc... agora não querem de maneira nenhuma ir trabalhar por lá.
Nem mesmo vereadores querem a rodoviária velha...
E meio a esta bagunça e pouca vergonha, ao menos o prefeito ( se não voltar atrás após esta publicação ), já barrou reajuste na tarifa de ônibus .
Quando ele após o pedido de reajuste da tarifa pelas empresas, respondeu "vai ser respeitado o que está no contrato", teve vereador do grupo dos derrotados que berrou, gritou e rolou no chão, chamando o prefeito de mentiroso, pois alegou em sua campanha que iria congelar o valor da passagem.
Depois desta manifestação ridícula dos vereadores, veio a explicação: o contrato é de anuidade, e se foi assinado pela administração anterior em outubro, reajuste só pode ser discutido após esta data.
pelo que vemos realmente tem vereador agindo de má fé, ou é mesmo muito fraquinho.
Obra interminável na Júlio de Castilho
Quem sabe estes vereadores não conseguem terminar a obra da avenida Júlio de Castilho, que ficou pior depois da obra ...
Vamos esperar...

domingo, 10 de março de 2013

Rivais Históricos PT e PMDB Podem Caminhar Juntos por Causa da Sede de Poder de Seus Comandantes

Rivais amigos?
A culpa é da Dilma!
Ou pelo menos é isso que os mandatários de PMDB e PT no estado querem que nós acreditemos.
A eleição presidencial será a grande desculpa para que Delcídio do Amaral ( PT/PMDB ) e Andrea Puccinelli ( PMDB ), cheguem a uma aliança que ninguém aceita.
Contra eles, estão, Nelsinho Trad e Simone Tebet ( ambos PMDB ) e pelos lados do PT, Zeca, o grande calo no sapato de Puccinelli.
O grande problema, é convencer a Simone e Nelsinho abrirem mão de suas candidaturas, para o PMDB apoiar a candidatura de Delcídio ao governo, deixando que Puccinelli concorra ao senado.
Reinaldo Azambuja ( PSDB ) seria outro grande problema, pois se seu partido se aliar a Delcídio e ele sair candidato ao senado, Puccinelli terá de enfrentar um candidato de peso. Porém, se Puccinelli e Delcídio firmarem aliança, Reinaldo disse que concorre ao governo, e aí, pode acabar por jogar água no grande sonho de Delcídio.
Os excluídos?
Zeca do PT, prefere que seu partido faça aliança com partidos que apóiem a candidatura da presidente Dilma, exceto PMDB, é claro, pois ele não morre de amores por certo italiano.
A vaga de vice na chapa de Delcídio, pode ser a grande moeda de troca do partido. Pode ser, por exemplo oferecida a Simone para que Puccinelli possa concorrer ao senado. Neste caso Nelsinho estaria "morto e sepultado" e obrigado a voltar a trabalhar como nós meros mortais.
A aliança entre estes partidos, porém pode causar uma debandada geral de outras siglas para o lado do PSDB de Reinaldo, colocando isolados os dois grande inimigos históricos do estado, podendo pela primeira vez a "queda da Babilônia" exercida pelas duas siglas há anos.
Cara a cara com o inimigo?
A grande piada nisto tudo, é que o eleitor mesmo, ficou de lado, pouco importando a sua opinião...
Como sempre...
De repente, quem sabe?
Quem sabe se o eleitor também não resolve deixar de lado estas figurinhas carimbadas e resolve firmar aliança com alguém inesperado...
Esperemos 2014...

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Campo Grande de Carnaval, Folia e Reclamação...

- Cadê a minha bola, Nelsinho?
Depois de um tempo descansando, estou de volta para continuar trazendo informações sobre nosso estado. estado aliás que tem cidade que vai ter eleição fora de época...
Sidrolândia e Bonito, terão novas eleições porque a justiça eleitoral anulou a votação anterior, pois os candidatos vencedores tiveram seus registros de candidatura cassados.
Em Sidrolândia, Enelvo Felini ( PSDB ) e em Bonito, Geraldo Marques ( PDT ), não assumiram mesmo sendo eleitos.
Renan Calheiros ( PMDB ) porém deu a volta por cima, e depois de ser eleito em Alagoas, acabou sendo reconduzido ao cargo de presidente do Senado.
- Tava com saudades desta cadeira...
E enquanto o pessoal curte o carnaval, a capital do nosso estado vai realmente dar muito trabalho para o novo prefeito, pois as mazelas deixadas pela administração "egípcia" de Nelsinho, começam a aparecer...
Inspeção veicular com empresa fantasma, usina de lixo inacabada, obras não entregues no prazo, e despejo dos caloteiros ( leia-se vereadores ).
Mas pelo menos o problema do despejo dos vereadores , pode ter solução. É só os vereadores que estão ainda obedecendo ordens de seu chefe o governador Andrea Puccinelli ( PMDB ), pedirem um dinheirinho a ele, pois com certeza ele terá prazer em ajudar, afinal, são aliados.
Mas por enquanto, o povo vai ter mesmo é de se contentar com nome de rua, e medalha para famílias estrangeiras, pois como ainda falta muito para as eleições ao governo do estado, nossos políticos não tem muito o que fazer.
Exemplos como Maurício Picarelli, Marquinhos Trad e Paulo Siufi ( todos do partido do André ), já voltaram para seus programas de TV.
Só espero que o prefeito Alcides Bernal ( PP ), também não resolva voltar a comandar programa de rádio, senão nossa cidade fica órfã.
Quem sabe em 2013 a obra da Júlio de Castilho acaba...
Mas seja como for, nós continuaremos por aqui, tentando alertar algum leitor desavisado que entre aqui por engano, sobre o que vem acontecendo em nosso estado.
De volta ao trabalho, porque até a câmara dos despejados já está para voltar.
E só para terminar, desculpe a quem gosta de carnaval e festa, mas que essas coisas estão fazendo mal para a população, isso está... Que vocês vejam as imagens do link abaixo e reflitam.

Acidente causado por motorista embriagado, deixa uma vítima fatal.

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Ano Novo, Vida Velha

Esquina da avenida Júlio de Castilho e rua Capibaribe
Iniciamos 2013 com a corda toda, pois é impossível não ver que o ano acabou do jeito que começou...
O ex-prefeito ( que bom poder dizer isso ) Nelson Trad Filho ( partido do André ), entregou várias "obradas", como por exemplo este bloqueio na avenida Júlio de Castilho, bem na esquina com a rua Capibaribe. Quem vem no sentido bairro-centro, dá de cara com um canteiro central que fecha a rua não deixando acesso ao resto da avenida Júlio de Castilho.
Isso atrapalha inclusive as linhas de transporte coletivo que precisam dar uma volta desnecessária para acessar o terminal da região.
Além de bloquear motoristas, canteiro transforma avenida em piscinão
Outra obra entregue foi a ciclovia da Avenida Afonso Pena. E posso dizer que essa obra dá realmente muita pena, pois além de estragar um canteiro que custou muito dinheiro, foi entregue no afogadilho. Além de conter erros grosseiros, a obra foi jogada no colo do próximo prefeito, pois Nelsinho mesmo disse que o próximo prefeito terá de corrigir as falhas.
Ciclovia morre em meio fio de altura enorme
Mas é claro que isso tudo ficará apenas na memória virtual deste extenso universo da Internet, pois logo que Alcides Bernal ( PP ), assumir a cadeira de prefeito, o povo passará toda a responsabilidade a ele, e Nelsinho vai se esconder das criticas.
E se escondendo das criticas, ele pode inclusive acabar tão esquecido que poderá perder a vaga de candidato ao governo do estado em 2014.
Andrea Puccinelli ( dono do partido do André ), inclusive andou dizendo para quem quisesse ouvir que seu apoio seria a Delcídio do Amaral ( PT/PMDB ) ou Simone Tebet ( partido do André ) e por último, se não conseguir empurrar outra vez Giroto ( partido do André ) garganta abaixo de seus subordinados, apostaria então em Nelsinho Trad.
Nelsinho sai da prefeitura, correndo risco de nem ser candidato em 2014
Nessa história toda, ainda devemos lembrar que tem vereador eleito pelo povo, correndo para os braços do governador, perguntando como deve agir em seu mandato.
Ora, se não sabe trabalhar e precisa que outros ensinem, entregue o cargo, ao invés de ficar por aí, criando problemas para a nova administração e agindo contra o povo.
Edson Shimabukuro ( PTB ) é um dos que, por exemplo, mais se "aconselham" com o governador e com o senador Delcídio Amaral, ainda indeciso sobre que rumo seguir. Quem dá mais?
Campo Grande
Vamos ficar de olho em quem vai trabalhar contra o povo, tentando barrar projetos importantes para a população apenas para tentar ajudar candidato derrotado, que está "magoadozinho" com o povo.
E quanto ao senhor prefeito eleito Alcides Bernal, podem ficar sossegados pois a cobrança vai ser a mesma que tenho com a atual administração da capital.
Bom 2013, Campo Grande...

E para os apressadinhos, que venha 2014.